quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Papelão Brasileiro: e agora jornalistas? E agora Planalto?


Enquanto a nossa imprensa podre preocupa-se em torcer para a queda do governo constitucional de Honduras, chamando injustamente de golpe o que ocorreu naquele país, eis que surge uma notícia extremamente relevante, de importância capital, que foi mais uma vez solenemente ignorada por toda a nossa imprensa. O Conselho de Segurança da ONU reconhece a legitimidade do governo de Micheletti. Mais, reconhecem que ninguém tem o direito de intervir nos assuntos internos da nação Hondurenha, conforme o Artigo 2, Número 7 da Carta das Nações Unidas.
Esta boa e revigorante notícia foi publicada pelo jornal eletrônico HONDUDIARIOH. Para visualizar a matéria na íntegra, basta clicar aqui.
E agora Lula, Márcio Aurélio Garcia, Celso Amorim e corja? E agora Folha de São Paulo, Zero Hora, Estadão, Rede Globo, Band, Record, SBT? Como vão explicar o papelão brasileiro ao permitir que o criminoso Zelaya fosse recebido como hóspede na Embaixada Brasileira em Honduras? Como vão explicar que o governo legítimo de Micheletti não é um golpe como vocês adoram dizer? Será que vão se desculpar pela sua incompetência e dutrinação ideológica ou irão omitir o reconhecimento das Nações Unidas e, possivelmente, da OEA acerca da legitimidade de tudo o que aconteceu em Honduras contra o ventríloquo chavista Manoel Zelaya?
Será que seus leitores não merecem nenhuma desculpa?

Nenhum comentário:

Postar um comentário