quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Democracia "à la PT".

O povão não percebe, mas a cada momento em que apóia o PT e a esquerda como um todo está, na verdade, aumentando o buraco de sua própria sepultura

Escândalos na Casa Civil, na Receita Federal e no Congresso Nacional fazem parte da vida do governo PT. Mensalão, tráfico de influência, quebra de sigilo fiscal, assassinatos (não os do tempo da militância armada, refiro-me ao caso Celso Daniel), são as maneiras nada sutis com as quais o partido tomou o poder e agora faz um país para todos, o que significa acabar com todo e qualquer valor familiar filosófico e religioso que tenha qualquer ligação com a milenar moral judaico-cristã, que moldou-nos como somos hoje. E mesmo com todos estes atos totalitários, esta intervenção na vida privada, as pesquisas apontam que Estela será Presidente da República. Nada consegue atingir o partidão. Eis a recompensa por duas, três décadas de paciente infiltração revolucionária no âmago da sociedade. Fomos atingidos no tronco cerebral e nada mais somos capazes de sentir.
É por este motivo que, por mais que estourem denúncias, crimes, escândalos, enfim, toda a sorte de atividades que revelam o caráter totalitário e ditatorial do governo petista, não daremos importância. Afinal, para nós, somente interessa  a queda da taxa de juros e financiamentos a perder de vista para comprarmos um carro ou um imóvel. É este o preço de nossas almas.
Agora parece que os tentáculos petistas estão novamente assediando a liberdade de imprensa através de projetos de leis que amordaçam a nossa auto-censurada mídia. É apenas mais uma faceta do Estado Totalitário e não Autoritário em que vivemos. Estão construindo a gaiola que nos aprisionará sem que notemos. E nós estamos dando todos os votos para eles. O povão não percebe, mas a cada momento em que apóia o PT e a esquerda como um todo está, na verdade, aumentando o buraco de sua própria sepultura. 
É este o exemplo de democracia que temos no Brasil. Uma democracia onde não há partidos de direita concorrendo no pleito eleitoral (e o presidente quase tem um orgasmo com isto) não parece ser muito democrática. Uma democracia onde um partido tem que ser extirpado da política nacional  (palavras do mandatário-mor) não me parece muito plural. Parece muito com a ideologia de um certo austríaco de bigodinho que aceitava toda e quaquer opinião, desde que fosse alinhada com o partido nazista.
Se  a mesma situação ocorresse com qualquer outra agremiação, certamente o presidente já estaria impedido de proseguir no cargo. Mas como é a esquerda, o PT, nada é feito. Onde estão os cara-pintadas? Será que ninguém entende que, perto de Lula, Collor é uma freira? Será que não percebem que mesmo nos famigerados "anos de chumbo", o Estado não tinha tamanho poder? E chamam a este período de ditadura. Se aquilo era ditadura, o que será que vivemos agora? 
Nunca neste país estivemos sob controle desta maneira. Somos monitorados todo o dia, mesmo sem percebermos. Nosso sigilo fiscal, financeiro, postal e telefõnico não podem ser garantidos. Conversas ao telefone, trocas de e-mails, declarações de imposto de renda e o saldo de nossas aplicações financeiras... Não estarão elas neste exato momento sendo ouvidas, lidas e acompanhadas pelo partidão? Ah, mas vão dizer que isto é teoria da conspiração. Golpe Branco e Direita golpista não é né! Sei... Como se neste país tivéssemos uma direita, uma oposição à ideologia reinante. Nossa escolha é basicamente a mesma que os russos faziam. Lá era Stálin ou Trotsky. Mas o socialismo continuaria de um jeito ou de outro. Aqui temos a escolha entre PT e PSDB...
Anestesiados pelo parasita socialista, somos incapazes de reagir às ondas de denúncias que assolam este governo. Somos incapazes de compreender que estamos diante de um Estado cada vez mais totalitário. Somos incapazes de entender que os crimes cometidos pelo PT são dos mais graves que se possa cometer. Ou a compra de todo um congresso e o "desaparecimento" providencial de testemunhas chaves em investigações são coisas normais e corrigueiras num "Estado Democrático de Direito"?
Quebra de sigilo fiscal na Receita Federal; tráfico de influência na Casa Civil; compra de todo um Congresso Nacional; assassinato do prefeito Celso Daniel; censura à imprensa; manipulação de dados do IBGE; desrespeito à determinações judiciais (como no caso do TSE)... É isto que é democracia?





Nenhum comentário:

Postar um comentário