quarta-feira, 16 de maio de 2012

O Resto é Detalhe

Tem gente chata neste mundo! Ora, vivemos nos últimos 12 anos uma transformação extraordinária no país que estará sendo coroada em 2014, com a Copa no Brasil. Ultrapassamos a França como economia! Temos uma mulher presidente! Quer conquista mais importante que esta? (Só se a futura presidente for mulher, negra, homossexual, analfabeta, indígena e tenha realizado uns dois ou três abortos). Temos sim que comemorar, e muito! E ainda encontramos pessoas que reclamam da situação do país. Francamente...
Com tantas conquistas sociais e econômicas, especialmente na última década, tem gente reclamando que nosso Brasil possui Forças Armadas mal equipadas e mal pagas, que não expressam o posicionamento geopolítico que assumimos! (ou pensamos que assumimos). Ou então, os chatos que insistem que nossa indústria está parada, sucateada, em franco declínio! E aqueles que reclamam que nosso Congresso Nacional é corrupto e que o poder Judiciário está criando leis ao invés de interpretá-las e aplicá-las? Haja paciência!
Ora! Tudo isto é para que possamos nos desenvolver cada vez mais. Este negócio de processo legislativo, por exemplo, leva muito tempo! Se o Executivo quer fazer algo, publica uma Medida Provisória e pronto! Se a nossa Constituição diz que algo que está sendo feito é ilegal, manda pro Judiciário que eles interpretam de maneira diferente do que está escrito na nossa Carta Magna e está resolvido! Quanta complicação, quanto ranço por coisas banais... Afinal, o que é o processo democrático diante do vislumbre de um... Digamos... Aumento do PIB? Um mero detalhe ora.
Pior ainda é ter que ouvir gente reclamando da questão abortista ou dos (super) direitos dos homossexuais! Quem melhor do que nossos médicos e juristas para decidirem, por exemplo, quando começa a vida? E este negócio de religião é coisa démodé! E daí que cerca de 80% da população brasileira seja cristã? Eles que vivam seus ritos atrasados! Certos estão os intelectuais, cientistas e artistas. A eles devemos ouvir quando o assunto é aborto e homossexualidade.
E os críticos do estatismo? Esses são os mais ignorantes! Onde já se viu dizerem que as empresas estatais são deficientes, que o Estado deve deixar a economia para a iniciativa privada? Como ousam falar que 40 e poucos ministérios e secretarias ministeriais são excessivos? Ora! Mal sabem eles que quanto mais o Estado tiver o poder econômico, mais pessoas ele pode empregar e mais ainda sairão da condição de miséria. Claro que os impostos irão aumentar, mas isto é... Um mero detalhe diante das maravilhas de uma economia amarrada pela burocracia estatal. Observem nosso sistema de saúde e educação! Vejam como estradas, ferrovias e hidrovias cortam nosso território de Sul a Norte e de Leste a Oeste! E a nossa segurança? Com que tranquilidade podemos andar pelas ruas noturnas das capitais brasileiras sem medo de sermos submetidos à violência. E tudo isto graças aos impostos que pagamos. Não tem como reclamar. Mas tem gente que reclama! Só porque um ou outro morre na fila de um hospital, de uma bala perdida ou em uma e outra estrada mal conservada... Exagerados.
Por fim, tem aquelas aves de mal agouro que insistem em dizer que a Copa de 2014 vai desandar. Por acaso estas pessoas já viram a quantidade de projetos de mobilidade urbana e de inclusão social que estão previstos para atender às demandas deste evento? Viram o PAC da Copa? Poxa! O Ronaldo e o Pelé já disseram que vai ser um sucesso! Tem até banco dizendo para pararmos com tudo para "ir jogar bola"! Não tem como dar errado. A Copa no Brasil vai ser o evento mais espetacular já ocorrido desde a descoberta do fogo! Será o coroamento de um país que deixou 502 anos de total obscuridade e atraso para, nos últimos 10, se tornar o Impávido Colosso da América.
Entre estampidos de fogos de artifício e rolhas de Champagne que pipocam por todos os cantos, a nação comemora extasiada o sucesso alcançado: somos a 6ª economia do mundo. Pouco importa se continuamos a ser um mero exportador agrícola. Não interessa se nossos juros são os maiores do mundo, nem que paguemos os impostos mais extorsivos que existem na face da terra (e temo a arriscar que na Via Láctea inteira). Pouco importa se as nossas liberdades estão sendo progressivamente eliminadas para beneficiar grupos minoritários que impõem suas vontades contra a maioria. 
Que se dane o fato de nossa suprema corte ter se transmutado na própria Santíssima Trindade decidindo quando a vida começa. Não nos interessa se a TV por assinatura está se tornando a TV da Nomenklatura, paga pelo dinheiro do cliente que foge do lixo nacional da programação aberta ou que a imprensa é conduzida e silenciada pelo poder econômico das verbas publicitarias governamentais... Nada disto importa! Nada pode ofuscar a pujança e exuberância de Pindorama. O PIB está crescendo! O resto é apenas detalhe.


Nenhum comentário:

Postar um comentário